Iniciativa da população de São Gabriel resultana reforma do prédio da Apae na cidade

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de São Gabriel do Oeste, reinaugurou no início deste mês a reforma do prédio de sua sede. Foram trocados o forro de madeira pelo de PVC, piso, ampliação do refeitório, construídos uma dispensa e um deposito, além de um espaço para espiribol, tudo graças a um evento beneficente realizado em maio de 2016, que arrecadou cerca de R$ 60 mil em recursos financeiros e materiais de construção.

Segundo a diretora administrativa da Apae, Claise Kleemann, o evento foi organizado pelo empresário Claudio Balzan, da empresa Serrana Aviação Agrícola.

De acordo com a diretora, todo ano Claudio doa ovos de Páscoa para os alunos da Apae, e em 2016 quando foi realizar a entrega verificou a necessidade de reforma do piso e forro da entidade. Ele reuniu a família e amigos, e contando com o apoio de empresas, cooperativas, e vários outros parceiros, realizou um almoço beneficente que foi um sucesso.

Nossa equipe conversou com o empresário Claudio Balzan, que destacou a felicidade em ver que o recurso arrecadado foi bem investido. “Gostei, foi bem investido, piso de primeira. Ficou muito boa a reforma”, destacou Claudio.

Ao ser questionado sobre o que o levou a realizar o evento, ele contou que a Serrana patrocina os ovos de Páscoa para o alunos a cerca de 17 anos, e em 2016 quando foi realizar a entrega, foi convidado pela diretora Claise a visitar as salas de aula. Durante a visita viu que o piso estava “descamado” e o forro de madeira era muito antigo, onde com qualquer vento caia sujeira nos alunos.

Claudio saiu da Apae com a ideia de fazer um almoço, pois participa do “Grupo da Pegada”, que todo ano doa a carne, assa e serve no dia do leilão para o Hospital do Câncer, e após uma reunião, todos os integrantes do grupo se prontificaram a ajudar no evento.

O grupo arrecadou doações, tanto para o almoço como para os leilões, onde também contou com a ajuda das famílias de produtores, empresas e voluntários.

Claudio destaca que devido ao nervosismo, ficou sem dormir antes do evento, mas que no final tudo deu certo, ao todo foram vendidos quase 800 almoços. “Fiquei muito animado. Deu tudo certo”, e aproveitou para agradecer de uma forma geral, a todos que compareceram e ajudaram, sem querer nomear as pessoas para não se esquecer de alguém.

Muitos voluntários, empresários e famílias ajudaram na realização do evento, nossa equipe conversou também com o empresário Gilberto Mosena, um dos que colaboraram com o almoço, ele afirmou que as doações são de coração e que assim que for organizado novo evento, irá ajudar novamente. "Ajudar é fácil, o difícil é organizar para atender todas aquelas crianças, o pessoal da Apae está de parabéns pelo atendimento prestado", elogiou Gilberto.

Atualmente, a Apae possui 193 alunos matriculados. Além da parte pedagógica, ela oferece atendimento médico e terapias especializadas, como fonoaudiologia e fisioterapia. São cerca de 40 funcionários que prestam serviços de prevenção e tratamento a deficiência, visando promover o bem estar dos alunos.

“Dos quase dois mil metros quadrados que nós temos de área construída, sempre foi a comunidade de São Gabriel, sempre foi obra do povo com doação da população. A gente faz o clamor, a população se levanta, vem, ajuda”, disse a diretora Claise sobre a generosidade da população de São Gabriel.

“Deus tem tocado o coração das pessoas e a gente não pode se queixar. Prestamos contas, só pedimos quando precisa e não estamos direto pedindo recursos, porque a manutenção é feita com os convênios, temos a produção do SUS, pois temos a clínica que recebe pelos procedimentos, temos os procedimentos pelo Fundeb, pelo trabalho diário que é feito, mas quando a gente precisa fazer alguma reforma ou alguma situação, nós realmente dependemos da comunidade, e ela sempre nos acolhe. É gratificante, ficamos felizes porque eles apoiam nosso trabalho”, destaca Claise.

“O que podemos corresponder é fazer um trabalho de qualidade, é o que temos cobrado, para que se faça a diferença na vida dessas pessoas, porque sabemos que é difícil. Eles podem chegar da maneira que chegam, mas não podem ir embora da forma que chegaram. Todos os dias a gente acrescenta alguma coisa na vida. O que devemos e podemos fazer, e é o nosso papel, é fazer um trabalho de qualidade para retribuir o que a comunidade investe aqui”, agradece a diretora.

A Reforma

A reforma no prédio contemplou a troca do forro de madeira pelo de PVC, foram cerca de 550 metros, já com acabamento. Além da troca do piso que estava danificado, e pintura das salas.

Foi feita também a ampliação do refeitório que era muito pequeno, algumas crianças lanchavam no quiosque, onde a dificuldade era grande, pois o local não era adequado.

Dispensa para alimentos, frízeres e geladeiras, além de deposito adequado para cadeiras de rodas equipamentos de fisioterapia, entre outros, também foram construídos.

Foi construído um espaço para espiribol, onde é trabalhada a coordenação motora das crianças. O sistema de segurança também foi melhorado, foram colocadas mais câmeras de segurança e alarmes.

Ainda com o recurso do evento beneficente, foi trocado o cabo de acelerador do ônibus da entidade, que custou R$ 2,1 mil. Duas salas ainda passarão pela reforma, o que deve ser realizada ainda neste primeiro semestre.

Referência

De acordo com a diretora Claise, a Apae de São Gabriel do Oeste se tornou referência, pois é uma das unidades que possui equipe completa.

No fim de 2016 foram incluídas 14 crianças. A Apae encerrou o ano com 175 alunos. Porém, a unidade já iniciou o ano de 2017 com 193 alunos.

“Temos três fisioterapeutas, quatro fonoaudiólogas, três psicólogos, TO, médico, parceria da psiquiatra com a Prefeitura, das especialidades com ortopedista também. Não é qualquer município que tem esse atendimento todo hoje. Por nos termos todos esses atendimentos, com assistente social, pedagogos para avaliar e atender as pessoas. Como a cidade fornece emprego para as cidades vizinhas, a tendência quando a família tem uma pessoa com necessidades especiais e portador de deficiência em casa, é mudar para São Gabriel do Oeste, e é o que tem acontecido, o que explica o grande número de atendimentos que nós temos”, destaca Claise.

Construção da área da Saúde

Para o início de maio deste ano, a Apae está programando realizar um novo evento beneficente, desta vez para o término da construção da área da saúde da entidade.

“Queremos fazer para que possamos concluir a área da unidade da saúde. Ela está começada, nós temos duas salas técnicas construídas e mais a fisioterapia. Hoje atendemos onde é um prédio da Prefeitura, no CER, mas precisamos realmente concluir o prédio aqui. Não vai muito recurso, porque é questão apenas de construir as salas técnicas, e creio que um almoço, não precisa nem ser do tamanho daquele, mas se for nós ficaremos felizes, porque sempre há no que investir. Com isso nós conseguiremos finalmente concluir Centro de Atendimento à Saúde Arco Iris”.

A Apae de São Gabriel do Oeste fica localizada na rua Albino de Souza Brandão, 906, Centro. Além dos alunos matriculados, a entidade também presta atendimento especializado para outras pessoas com grau de deficiência.

Fonte: Idest

Link: http://idest.com.br/noticias/variedade/iniciativa-e-uniao-da-populacao-resulta-na-reforma-do-predio-da-apae-em-sao-gabriel



Outras Notícias