Independentes, abertas à inovação e visionárias: pesquisa revela perfil da mulher no agronegócio

Alta escolaridade, comunicação, independência financeira e visão de negócio são alguns aspectos apontados pela pesquisa que revela o perfil da mulher no agronegócio. 

Realizada pela Fran6 Pesquisa em parceria com a Associação Brasileira do Agronegócio (Abag) e pela PwC, o estudo inédito entrevistou 301 gestoras agropecuárias de todas as regiões brasileiras e constatou que 57% das entrevistadas participam ativamente de sindicatos e associações rurais,  60% possuem curso superior completo, 55% acessam a internet todos os dias, 88% se consideram independentes financeiramente, sendo que 14% contribuem mais em casa que o parceiro, 74% das participantes vivem na região sudeste. 

A pesquisa foi divulgada durante no Congresso Nacional de Mulheres do agronegócio 2016, que aconteceu em São Paulo capital, nos dias 25 e 26 de outubro e reuniu 750 participantes, entre agricultoras, pecuaristas e outras áreas. 

Segundo Adélia Franceschini, presidente da agência de pesquisa de mercado Fran6 e responsável pela primeira pesquisa do perfil da mulher do campo, 42,4% participam da renda familiar no campo frente a 40,7% que vivem na cidade. A maioria das mulheres dirigentes está na agricultura (42%), seguida pela pecuária (20%) e outras atividades relacionadas ao agro (agroindústria e setor de insumos).

“Cada vez mais, a mulher está na liderança dos negócios do agro, tomando decisões e se preparando, seja por meio de cursos de capacitação ou cursos superiores de graduação e pós-graduação, e se preocupa com a sucessão familiar e com o meio social em que está inserida”, informa Adélia.

Fonte: Sociedade Nacional de Agricultura

link:http://sna.agr.br/pesquisa-inedita-mostra-perfil-da-mulher-na-lideranca-do-agronegocio-no-pais/



Outras Notícias